domingo, 4 de setembro de 2011

Tentativa

Abri os olhos com uma saudade insistindo em me despertar.

Não era de um instante,
Não era de um momento
Ou um acontecimento do dia anterior.



Estranho sentir saudade
Daquilo que não se conhece;

Que nunca foi tocado;
Do qual não se sabe o sabor,
O aroma,
Nem os efeitos que pode causar sobre nossa vida.

Tentei pensar em uma canção: Me veio "Só por Hoje".
Tentei pensar em um verso: " E isso passa"

Tentei pensar no dia anterior: Nada que fosse mais intenso.
Tentei, por fim, não pensar em nada.

E quanto mais me esforçava em tentar
Mais essa sensação se ocupava de mim.

Quando dias assim me surpreendem
É em vão relutar
O mais sensato é deixar fluir
E ver até onde esse sentimento consegue me tocar.

E pensar que pode se tornar real
E pensar que é só por hoje
Ou que tudo passa

Por vezes queria  apenas pensar
Por vezes queria apenas sentir
E tantas outras queria não querer

A sensação de despertar assim
Me presenteou com algo que a muito andava adormecido:
A beleza de sentir.










Um comentário: